6ª edição Big Smart Cities

Outubro 1, 2018 3:30

A edição deste ano do Big Smart Cities – competição de empreendedorismo promovida pela Vodafone Portugal e pela Ericsson Portugal – vai focar-se nas potencialidades da tecnologia 5G, procurando ideias e projetos que possam ser acelerados pela rede móvel do futuro. As candidaturas decorrem até 21 de outubro e podem ser feitas aqui.

 

O foco desta competição surge após o lançamento, em junho, do Vodafone 5G Hub, um centro aberto de produção de conhecimento e inovação que reúne parceiros ligados ao sector das telecomunicações, à Indústria, universidades, investigadores e startups. O objetivo é promover um ecossistema propício ao desenvolvimento da nova tecnologia para que se tire partido de todas as potencialidades que o 5G apresenta.

 

Além da Vodafone, o 5G Hub conta com a estreita parceria da Ericsson e, nesse sentido, sendo o Big Smart Cities uma iniciativa promovida pelas duas Empresas, a 6.ª edição da competição procura projetos para dois programas distintos: o 5G University Challenge e o 5G Startup Competition.

 

Os dois programas pretendem captar projetos em diferentes fases de desenvolvimento:
• O 5G University Challenge destina-se a equipas universitárias com ideias que possam ter aplicações práticas para o 5G, mostrando as potencialidades da quinta geração móvel em soluções de smart cities;
• Para projetos numa fase de desenvolvimento mais avançada, surge o 5G Startup Competition, destinado a startups tecnológicas que já estejam a desenvolver projetos para as cidades inteligentes do futuro e que possam ser potenciados com a rede 5G.

 

Depois de selecionados, os finalistas de cada um dos programas beneficiam de um período de pré-aceleração, bem como sessões de formação, workshops e tutoria com especialistas em 5G tanto da Vodafone como da Ericsson, que vão ajudar os projetos a preparar-se para a grande final, em dezembro, onde terão de apresentar o seu projeto perante um júri especializado.

 

Os vencedores também recebem prémios monetários – mil euros no caso do University Challenge e dez mil na Startup Competition –, incubação no Vodafone Power Lab e a oportunidade de poderem desenvolver os seus projetos no Vodafone 5G Hub, na sede da Empresa, onde terão todas as condições técnicas para experimentar as suas soluções na rede móvel Vodafone.

 

As candidaturas podem ser submetidas no site oficial (https://bigsmartcities.com/) até ao dia 21 de outubro, correspondendo a uma de cinco categorias: Mobilidade, Energia, Saúde, Turismo e Educação. Além do site, o 5G Startup Competition terá três iniciativas próprias de captação de candidatos – os habituais City Challenges – que acontecem em Coimbra (25 de setembro), Porto (3 de outubro) e Lisboa (16 de outubro). Os vencedores dos City Challenges recebem 500 euros e ficam, automaticamente, apurados para o lote de 20 finalistas.

 

Rede Nacional de Cidades Experimentais com candidaturas abertas

Paralelamente à 6.ª edição do Big Smart Cities, estão também abertas as candidaturas para o programa da Rede Nacional de Cidades Experimentais (RNCE) que, à semelhança do ano passado, vai permitir o teste de protótipos em contexto real. A candidaturas podem ser submetidas em http://rnce.pt/rnce/.

A 6.ª edição do Big Smart Cities surge depois de vários anos de promoção do empreendedorismo tecnológico nacional, promovido pela Vodafone e pela Ericsson e organizado pela Nova School of Business and Economics. No ano passado, a Pavnext foi a grande vencedora da competição com um piso rodoviário que reduz a velocidade e tira partido da energia cinética dos carros para outros fins. A startup ganhou a oportunidade de testar o projeto em Cascais, ao abrigo da RNCE, e encontra-se neste momento a preparar o protótipo final.

 

Foram também premiadas a Tram Grid, um carregador rápido de veículos elétricos; a Smart Forest, uma solução integrada de sensores para obter mais informações sobre as florestas; e a Tibu, uma aplicação móvel que conecta viajantes independentes a pessoas locais com experiência.
Ao longo de cinco edições, o Big Smart Cities já recebeu mais de 900 candidaturas. A competição integra o Vodafone Power Lab, incubadora da Vodafone Portugal, que já ajudou mais de 100 projetos e contribuiu para a criação de mais de 40 empresas.